História

Fundado em 29 de Dezembro de 1933, o ABC teve, ao longo da sua vida, desportos diversos, como hóquei em patins, basquetebol, atletismo, hóquei em campo, voleibol, xadrez e, até, patinagem artística. Em 6 de Novembro de 1958, no decurso das bodas de prata do clube, o reconhecimento da cidade de Braga, pelo serviço prestado pelo ABC à juventude, é expresso pelo então vereador, José Maria Rodrigues, que propõe a entrega da medalha de Ouro da cidade ao ABC.

1960 foi um ano rico para o ABC. E não só no hóquei em patins ou no atletismo. O voleibol reapareceu, depois de um longo interregno. Em masculinos, no Campeonato Regional do Norte da Promoção, e em femininos, no Campeonato Regional do Norte.

 

O ano de 1961 foi também importante para o ABC no atletismo, no hóquei em patins e no andebol de sete. Mas o ABC não vivia unicamente para si próprio, preocupava-se com a comunidade, era um ator social. O Diário do Minho de 26 de Junho de 1961 fazia o seguinte cabeçalho: “Festival Desportivo elegante organizado pelo ABC de Braga e integrado nas Festas da Cidade", para anunciar os jogos de voleibol feminino e de hóquei em patins, que o Académico iria realizar com o Leixões e a Selecção do Minho, respetivamente.

 

Em janeiro de 1965, o andebol do ABC iniciou a época com o Torneio Início da Associação de Desportos de Braga (ainda com árbitros do Conselho da Associação de Andebol do Porto). Participaram ABC, SC Braga, Círculo Arte e Recreio de Guimarães, Desportivo Francisco de Holanda e Vitória Sport Clube, também de Guimarães. O ABC foi 3.º, com Moreira, Costa, Guilherme, Mateus, Assis, Creissac, José Afonso, Santos, César, C. Jorge, Santos e Saraiva.

 

Há pouco mais de duas décadas, o hóquei em patins era, no entanto, a modalidade rainha, chegando a ceder alguns atletas às várias selecções nacionais. Em 1979, o ABC, enquadrado pela Associação de Desportos de Braga - à época a maior Associação de Desportos do país - fazia-se representar em várias modalidades: andebol, hóquei em patins, basquetebol, voleibol, ténis de mesa, atletismo e ginástica. Em 1982/83, o ABC caminhava para uma bipolarização em termos de modalidades praticadas: hóquei em patins e andebol.

 

O ponto alto da vida do ABC nos finais de 1983 era, sem dúvida, a presença no Nacional da I Divisão de Andebol, Zona Norte. As equipas em competição eram as do Maia, ABC, Quimigal, SC Braga, Beira-Mar, Desportivo da Póvoa, Fermentões e CP Natação. O plantel era constituído pelos guarda-redes Godinho e Marta, pelos 1.ªs linhas Luís Silva, José Barros, Moisés Ferreira, Maurício Ribeiro, Artur Passos e Adelino Silva e pelos 2.ªs linhas António Casaca, Manuel Marinho, Alberto Araújo, Jorge Barbosa, Paulo Ribeiro e Fernando Rito. O treinador era Antero Cadilhe. Sucedeu-lhe Passos e, depois, António Cunha. Em 8 de Dezembro desse ano, em entrevista ao Correio do Minho afirmava:  “(…) eu, como treinador e agora nesta situação, sempre tive o objectivo de ganhar todas as provas em que entro. É precisamente este espírito “ganhador" que estou a procurar incutir aos academistas(…)".

 

Com a subida à primeira divisão da equipa de andebol, António Cunha foi o mentor do ABC tal qual o conhecemos. A mudança de cor do equipamento, de preto para amarelo, provocou uma cisão, de tal modo que alguns dos sócios mais antigos abandonaram de vez o clube.

Esse foi, talvez, o preço a pagar pela glória. Apenas três épocas depois de ter assegurado o título da segunda divisão, o ABC completou uma ascensão meteórica com a conquista do primeiro de treze campeonatos nacionais da primeira divisão (1986/87).

 

Conquistas essas que continuam hoje a marcar o ABC como a melhor escola de formação de atletas de andebol em Portugal e uma referência para a modalidade europeia.

Dominando por inteiro a década de 90 e o inicio do seculo XXI, com inumeros titulos nacionais em todos os escalões e a presença em duas finais de competições europeias, o ABC de Braga comemorou as bodas de diamante em Dezembro de 2008 e viu, por essa ocasião, reconhecido publicamente o intenso trabalho desportivo e social desenvolvido, culminando com a atribuição da Medalha de Mérito Desportivo, atribuída por parte da Secretaria de Estado da Juventude e Desporto.

 

Força ABC! Força Campeões! O ABC somos todos nós!

 

 

 

Patrocinadores
Classificação
Séniores
 
POS Equipa J P
1 ABC/UMinho 7 19
2 SL Benfica 6 18
3 Sporting CP 7 18
4 CF Os Belenenses 8 18
Jogos
Próximos
 
Resultados